5 de nov de 2010

Na Próxima Lua Cheia




Na Próxima Lua Cheia

Resenha de Tânia Souza

Empolgante, a narrativa de André Bozzeto Jr. consegue criar uma atmosfera de suspense desde as primeiras páginas e despertar a curiosidade pelos eventos que deixa vislumbrar. Esse fato, aliado ao jogo narrativo que intercala presente e passado em cenários alternados, propícia uma interessante incerteza ao leitor.

O autor traz a lenda ao momento contemporâneo, urbano e ao mesmo tempo, consegue manter o clima de "causos" lá do interior, recriando outras épocas. Os fatos vão se desenrolando de modo a ter-se a impressão de que podem acontecer hoje, amanhã, em qualquer lugar escondidinho do Brasil...

Nesta história de jovens, de segredos, de mistérios nunca explicados e buscas que levam a caminhos inesperados, sentimentos como o medo, a imaturidade, a vingança, a curiosidade e arrependimento se mesclam ao pavor e a descrença perante o mito.

Páginas nas quais lobisomens são de fatos, lobisomens, no entanto, sem perder a ferocidade e a duplicidade melancólica das criaturas, o que é um ponto alto desta narrativa.      

Gosto também da variação nas ações. Algumas cenas são densas, nas quais o suspense e a inquietação predominam de forma tensa, já em outras, a ação e o ritmo se tornam mais frenéticos e o clima de suspense dá lugar a momentos mais fortes e violentos. Nada tão sanguinolento, mas com a dose necessária que os lycans merecem.

O trabalho do ilustrador é muito bom, casa perfeitamente com a narrativa e são um show a parte. A capa em si é um convite a leitura.

É um romance envolvente, rápido e certeiro.


"E (...) aqueles olhos avermelhados, que pareciam brilhar em meio à penumbra da noite. Eram olhos demoníacos, que transpareciam crueldade, e ainda assim traziam algo inexplicavelmente... Humano."

Uma ótima leitura para noites sem luar!


O Livro Na Próxima Lua Cheia, de André Bozzetto Jr foi lançado por uma parceria da Editora Literata com o Selo Estronho. Com prefácio de M. D. Amado, apresentação de Ademir Pascale, texto de Adriano Siqueira e ilustração de Andrei Bressan.

Um comentário:

Celly Borges disse...

Adorei mesmo, este livro, uma leitura deliciosa.
Bela resenha, srta. T.

Seguidores

 

© 2009À LitFan | by TNB